Desmilitarização da Polícia Brasileira

Anúncios

1 thought on “Desmilitarização da Polícia Brasileira”

  1. Penso que não importa muito nem o nome nem a estrutura da instituição. A instituição policial precisa ser eficiente no seu papel de polícia, especialmente precisa ser altamente desenvolvida dos pontos de vista da qualificação dos profissionais e do aparato tecnológico, para cumprir bem o seu papel nos dias de hoje. Também não acredito que precisa de se ter polícia única. O que precisa ser único é o ciclo de providências policiais, para se evitar segmentação de ações e deficiência de resultados ainda no âmbito da ação policial. Ai acredito que muito mais ágil e eficiente que a unificação (polêmica) é o ciclo completo (complexo) para um benefício mais imediato à sociedade. A questão da violência policial precisa ser enfrentada com punição exemplar aos que a praticarem. Não mudará com a unificação ou qualquer outra espécie de designação ou estruturação. Polícia sozinha não resolve a questão da criminalidade; também precisa haver eficiência nos demais envolvidos (Ministério Público, Poder Judiciário, Sistema Penitenciário, etc.). A engrenagem estatal precisa funcionar adequadamente e entendendo por adequado quando cada um cumpre o seu papel sem prejudicar o do outro. Não se pode esquecer, nesse contexto, a implementação de ações sociais também eficientes dos governos.

Os comentários estão encerrados.