Pérolas da metodologia de pesquisa

Esta antologia de erros metodológicos é especial para os meus alunos do mestrado, mas vocês também podem se divertir apontando nos comentários os erros na metodologia da pesquisa que levaram a estas conclusões bizarras. Divirtam-se!

Ponto G não existe, dizem cientistas britânicos
Abstinência antes do casamento melhora vida sexual, diz estudo
Comprar um artigo em liquidação é tão bom quanto fazer sexo, indica pesquisa
“123456” é a senha mais usada na internet, diz estudo
Efeito placebo pode funcionar até mesmo quando o paciente sabe que está tomando apenas uma pílula de açúcar.

E pensar que tem gente que financia pesquisas deste naipe. Todas fortes candidatas ao IgNobel.

Havia uma outra ótima que twittei um dia, de uns leões que escolhiam presas mais debilitadas ou coisa parecida, mas não consegui localizar a pérola. Se alguém se lembra, por favor me avise.

Anúncios

6 thoughts on “Pérolas da metodologia de pesquisa”

  1. “123456″ é a senha mais usada na internet… considerando que as senhas são secretas, é impossível determinar qual a mais usada. É óbvio também que o método (ataque) “revelou” apenas as senhas inteligíveis (sequências e palavras conhecidas).

  2. Gostaria de saber o que há de bizarro no estudo (ou na conclusão) que afirma ser a senha “123456” a mais comum na Internet.

    Ao Sr. Juliano Zappia: é possível obter as senhas. O estudo citado analisou 32 603 388 senhas obtidas por um invasor do site RockYou.com — que expôs as senhas na Internet. O site invadido cometeu pelo menos duas falhas: (i) uso de software sem correção (a invasão foi por “SQL injection”); (ii) armazenamento de senhas em texto puro. Houve outro caso no mesmo ano (2009), em que mais de 10 000 senhas obtidas por “phishing” pelo Hotmail foram divulgadas também.

  3. Túlio, em primeiro lugar, a conclusão sobre ser a mais usada na Internet não é do estudo, mas da imprensa. Tanto o estudo, como a divulgação do mesmo (http://www.imperva.com/news/press/2010/01_21_imperva_releases_detailed_analysis_of_32_million_passwords.html) citam que a senha “123456” foi a mais usada no site RockYou. O estudo é um alerta para administradores de rede verificarem a segurança de seus sites. A propósito, embora não seja possível determinar qual a senha mais usada na Internet, outra divulgação de senhas (http://www.acunetix.com/blog/news/statistics-from-10000-leaked-hotmail-passwords/) mostra um resultado parecido: ocorrência de ~7,2% da senha “123456”, enquanto no site RockYou o índice foi de ~8,9%. Nos dois casos, foi o maior índice.

Os comentários estão encerrados.