TJMG: Marcha da Maconha é legal!

Após uma acirrada batalha judicial que só se encerrou ontem, por volta das 23h, no plantão forense, o poder judiciário de Minas Gerais reconheceu o direito à livre manifestação de pensamento de quem defende a descriminalização da maconha no Brasil.

Na decisão do Habeas Corpus preventivo que impetramos para garantir a realização do evento o MM. Juiz Edison Feital Leite assim se manifestou:

A organização da passeata tem como objetivo maior levar a discussão sobre a liberação do uso de droga a todas as pessoas o que é saudável nos países democráticos.

Infelizmente não foi esta a mesma opinião do Ministério Público, que impetrou um Mandado de Segurança no plantão de final de semana do Tribunal de Justiça de Minas Gerais para tentar proibir a passeata na sexta-feira à noite.  O Des. Eduardo Brum, porém, negou o pedido de liminar do Ministério Público e reafirmou que as manifestações públicas favoráveis à descriminalização da maconha são livres em nosso país, já que o Brasil é um Estado DEMOCRÁTICO de Direito.

A Marcha da Maconha 2009 em Belo Horizonte está, portanto, CONFIRMADA e ocorrerá neste sábado, 9 de maio de 2009, às 15h, na Praça da Estação.

Repliquem, por favor, a informação, pois, com as ameaças judiciais de cancelamento, muitos ficaram receosos de irem às ruas para exercer seu direito à livre manifestação de pensamento favorável à descriminalização da maconha.

Bom evento para todos!

Anúncios

4 thoughts on “TJMG: Marcha da Maconha é legal!”

  1. Boa Tarde Tulio,
    Apesar de ser contra a discriminalização da maconha, fico feliz com a manifestação, pois qualquer tipo de manifestação de pensamento que seja pacifica faz com que agreditemos no regime democratico. Através da discussão poderemos resolver de forma justa, assuntos polêmicos e tabus, ao invés de continuarmos vivendo uma espécie de tirania da maioria, daqueles que detem o poder.

    parabéns!

  2. Boa noite,
    Excelente ver o exercício da democracia progredindo no nosso país. Parabéns àqueles que trabalham pra isso.

Os comentários estão encerrados.